Olá visitante!

Fico feliz com sua visita, sinta-se a vontade para comentar e sugerir melhorias em meu trabalho.
Ficarei feliz em atendê-lo.

domingo, 27 de julho de 2014

Encerrando as Atividades

Pessoal,

Peço desculpas pela imensa demora em postar no blog, mas a correria da vida está muito grande.

Quero agradecer a todos que acessaram o blog, os que elogiaram as travinhas e peço desculpas aos muitos que não pude atender.

Oficialmente informo que não faço mais as traves, pois tenho uma filha de 2 anos e meio e um com 7 meses....moro em uma cidade distante da minha família e da família da minha esposa também, sendo assim dedico o tempo que estou fora da empresa onde eu trabalho as minhas filhas e esposa, pois somos só e temos que nos dividir na criação e tarefas do lar.

Fiquei muito feliz em poder ajudar os botonistas a serem um pouco mais felizes estufando as redes das travinhas que eu fabricava.

Abraços a todos.

Giva

5 comentários:

  1. Não há mais, nem em estoque? Queria muito uma. :(

    ResponderExcluir
  2. Olá Givanildo, entendo perfeitamente a situação e digo que eu mesmo já passei por situação semelhante. É uma pena pois seu trabalho com as traves é impecável. Gostaria apenas de lhe fazer um pedido: Seria possível vc compartilhar o seu conhecimento através de um vídeo ou tutorial para que ousemos tentar fazer algo parecido ? Também se pudesse colocar seus fornecedores e detalhes técnicos sobre o tipo de arame correto, rede etc. Pense a respeito: Conhecimento que vai adiante é uma dádiva (sua arte não morre) e conhecimento represado é um desperdício. Pode entrar em contato comigo por marvincomercial @ hotmail ponto com. Grande abraço, Marcelo.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Givanildo. Você não faz mais as traves mesmo? Estou interessado num par! Caso não seja possível, reitero o pedido do colega Marcelo, será que você poderia postar um tutorial com o modo de fazer e os materiais das traves?

    ResponderExcluir
  4. Verdade seria muito legal vc fazer um vídeo tutorial, ensinando a fazer as travinhas assim que possível, as traves que vc fazia eram iincríveis, e sem igual !

    ResponderExcluir